Candidata em Pojuca é condenada por plagiar jingle de ACM Neto

A candidata à prefeitura de Pojuca, Maria Luiza Laudano (PSL), foi condenada por plagiar o jingle usado na campanha do candidato ACM Neto (DEM) em Salvador. O juiz Raimundo Cesar Ferreira Da Costa, da 8ª Vara do Sistema dos Juizados Especiais de Causas Comuns, decidiu nesta terça-feira (13) que Laudano deverá retirar a música das páginas de sua campanha nas redes sociais.

Em caso de descumprimento, a candidata pode pagar multa diária de R$ 1 mil. A ação foi movida pela autora do jingle “É Neto Outra Vez”, a publicitária Ana Luisa Soares de Almeida.

Um dos momentos plagiados foi “Pojuca renasceu / não dá pra esquecer / por isso a cidade mais feliz de verdade quer de novo você”, no início da música usada por Maria Luiza. A diferença para o jingle de Neto é apenas o nome da cidade. “Salvador renasceu / não dá pra esquecer / por isso a cidade mais feliz de verdade quer de novo você” .

Segundo a Folha de S. Paulo, na petição, a defesa da publicitária alega que “inegavelmente, há uma clara violação aos direitos patrimoniais e morais de autor na medida em que os réus utilizaram criação intelectual alheia, adaptando-a para melhor atender as suas aspirações políticas”. Maria Luiza é mãe da atual prefeita de Pojuca, Gerusa Laudano (PSD) e renunciou ao mandato de deputada estadual para concorrer ao pleito de outubro. A candidata não foi encontrada para comentar sobre a decisão.


*BN

Comente Você Também!

comentários