O ciclone Amphan atingiu ontem (21) a Índia e Bangladesh, matando pelo menos 84 pessoas, segundo autoridades. O balanço, entretanto, ainda é parcial, já que equipes de resgate ainda buscam sobreviventes nos países.

No estado de Bengala Ocidental, na índia, foram contabilizadas 72 mortes, segundo Mamata Banerjee, ministra-chefe da região. Em Bangladesh, 12. O ciclone, que causou rajadas de vento de até 185 km/h, deixou as regiões sem energia elétrica, dificultando também a comunicação entre as autoridades. 

“Nunca vi um ciclone assim na minha vida. Parecia o fim do mundo. Tudo que eu podia fazer era rezar… Alá nos salvou” disse o morador de Bangladesh, Azgar Ali, à agência de notícias Reuters.

A especialista em desastres naturais em Bangladesh, Nayeem Wahra, disse à AFP que “foi uma tempestade poderosa, mas gradualmente perdeu força nos três dias antes de atingir o estado indiano de Bengala Ocidental”.

*Metro1

Comente Você Também!

comentários